precificação imóvel

O processo de precificação de um imóvel passa por diversas etapas. Afinal de contas, a imobiliária precisa ter certeza de que o valor seja justo para quem está vendendo e economicamente viável para o futuro comprador. Mas qual o passo a passo para decidir o valor de um imóvel? 

De modo geral, para atribuir preço a um imóvel, a Axis 21 se baseia em uma série de fatores bem definidos. Hoje, separamos alguns deles para que você possa conhecer melhor esse trabalho. Confira! 

1) Prédio ou condomínio

Antes mesmo de avaliar a casa ou apartamento, buscamos fazer um estudo completo da condição dos prédios ou condomínios nos quais estes se encontram. Isso significa conhecer o tamanho e a arquitetura do local, recuo, bem como as áreas comuns e de lazer. Todos esses fatores são levados em consideração para realizar uma precificação correta.

2) Situação da unidade

Em seguida, a unidade é estudada. É necessário avaliar as condições da casa ou apartamento. Nessa etapa, levam-se em conta detalhes sobre a planta, eventuais reformas realizadas na unidade, materiais utilizados na construção, entre outros. Manutenção e outros reparos também fazem diferença. 

3) Vista

É isso mesmo:  a vista é um dos pontos importantes levados em consideração em uma avaliação de precificação. Especialmente no caso de apartamentos, em que uma vista diferenciada pode valorizar muito o imóvel em questão. 

4) Vagas de estacionamento

Especificações como número, tamanho e acessibilidade de vagas de estacionamento  são muito importantes para avaliar um imóvel. Afinal, vagas maiores e em maior quantidade também são aspectos que tendem a valorizar uma casa ou apartamento. 

5) Taxas e impostos

A imobiliária realiza a soma do valor do condomínio e do IPTU. Caso o valor seja alto, a liquidez do imóvel costuma ser consideravelmente mais baixa. 

6) Posição solar

Uma casa que seja bem iluminada pelo sol é um requisito de muitos compradores. No mercado curitibano esse detalhe é especialmente levado em consideração, uma vez que muitos dias costumam ser nublados na capital. 

7) Comparativo regional

Informações acerca das unidades recentemente vendidas na região, bem como a condição desses imóveis, também são estudados pela imobiliária. Esse comparativo também ajuda a definir a faixa de preço dos imóveis. 

8) Localização e facilidades

Provavelmente um dos aspectos mais importantes, avaliar a localização faz toda a diferença na hora de precificar um imóvel. O bairro, a região, a proximidade com comércios, escolas, bancos e farmácias são questões que certamente farão o preço das casas variar. 

O Blog da Axis é atualizado semanalmente com novidades. Até a próxima!